“Mas se ela voltar, se ela voltar, que coisa linda, que coisa louca, pois há menos peixinhos a nadar no mar do que os beijinhos que eu darei, na sua boca, dentro dos meus braçosn, os abraços hão de ser, milhões de abraços.” (Vinicius de Moraes)

Share Button